As novas tecnologias proporcionam várias oportunidades para uma empresa. Com elas, é possível acompanhar as tendências do mercado, aprimorar os resultados obtidos e melhorar a produtividade da equipe. E independentemente do campo de atuação do negócio — e de suas metas —, também é fundamental utilizar ferramentas que prezam pelo consumo consciente dos recursos naturais do planeta.

A sustentabilidade já não é mais uma necessidade. Ela tornou-se essencial para a preservação da natureza e para a redução dos custos de uma grande obra. Nesse sentido, a eficiência energética é um dos temas mais importantes e recorrentes, pois a maioria dos processos de uma empresa precisa de energia elétrica para funcionar. Dessa forma, o uso de materiais ecologicamente corretos e de tecnologias verdes faz toda a diferença para a rotina de trabalho de um gerente.

Então, o nosso post de hoje vai abordar a relevância da eficiência energética para o sucesso do empreendimento. Além disso, citamos algumas dicas que vão ajudá-lo em sua performance. Confira a seguir.

Qual é a importância da eficiência energética?

A energia elétrica é um recurso imprescindível para o funcionamento de qualquer empresa. Uma grande obra também exige uma quantidade considerável desse recurso, seja nas etapas construtivas ou operacionais. Segundo alguns estudos do Governo Federal, a demanda nacional por eletricidade vai triplicar até 2050 — chegando a 1.624 terawatt-hora.

A matriz energética brasileira é predominantemente hidráulica, proveniente de hidroelétricas e, nos últimos anos, tivemos alguns problemas com esse tipo de fornecimento por causa da falta de chuvas no país. Então, todos os setores de nossa sociedade precisaram diminuir o consumo e adotar medidas sustentáveis.

A eficiência energética tem como principal objetivo o uso correto e ecologicamente sustentável das fontes de energia. Consumir os recursos naturais sem planejamento coloca em risco o futuro das próximas gerações e o progresso de todas as empresas e pessoas.

Assim, o uso de energias renováveis — seja para climatizar ambientes, reduzir o consumo de combustíveis fósseis ou para aquecer a água de uma piscina — é uma das melhores práticas para solucionar esse problema e continuar a preservar a natureza.

Como garantir essa eficiência em empresas?

Essas medidas fazem com que os custos substanciais e operacionais de uma grande obra sejam reduzidos, favorecendo a obtenção dos resultados e o cumprimento do orçamento previamente estipulado. Por isso, listamos, abaixo, algumas dicas para promover a eficiência energética em seu negócio.

Depurar equipamentos

Toda obra utiliza equipamentos em suas atividades construtivas. Após ser concluída, o empreendimento também faz uso de outras ferramentas para melhorar o bem-estar e o conforto de seus usuários — e todos eles também necessitam de energia elétrica.

Na maioria dos casos, alguns gerentes se esquecem de realizar processos de limpeza e depuração em seus sistemas. O ar-condicionado é um dos principais exemplos. Essas situações prejudicam a saúde das pessoas e aumentam o consumo de energia elétrica da edificação. Como esses equipamentos já demandam grandes cargas elétricas naturalmente, é fundamental realizar manutenções periódicas e atividades de limpeza.

Adotar softwares de simulação energética

Antes de continuar a leitura, responda às seguintes perguntas: você sabe qual é o consumo de energia elétrica de sua empresa ou obra? Quais são os pontos críticos que mais gastam energia? Está na hora de rever seus conceitos se você não conseguiu respondê-las.

A simulação energética é um processo que determina o consumo estimado de energia elétrica de uma edificação, antes mesmo de a construção ser iniciada. É possível criá-la virtualmente — com o uso de softwares adequados — para descobrir quais são as possíveis falhas e potencialidades de suas operações.

Nessas horas, é preciso testar todos os tipos de revestimentos, efeitos de sombreamento, iluminações naturais e outros fatores que melhoram a eficiência energética do imóvel.

Trocar lâmpadas

Simples medidas em nossas rotinas pessoais e profissionais podem ajudar na promoção de conceitos sustentáveis. O uso de lâmpadas mais eficientes é um grande exemplo disso. As lâmpadas de LED têm uma vida útil maior e consomem menos energia do que suas principais concorrentes no mercado. Então, faça um estudo para utilizar apenas lâmpadas que reduzem o consumo de energia elétrica.

Fique atento também às seguintes práticas relacionadas aos pontos de iluminação da obra:

  • sensores de movimento devem ser utilizados em corredores para acender e apagar as lâmpadas de acordo com o fluxo de pessoas. Assim, é possível evitar situações em que a luz fica acesa sem que haja alguma necessidade para isso;

  • persianas automatizadas podem ser programadas para otimizar a iluminação natural do sol nos ambientes.

Utilizar medidas sustentáveis

O Brasil é um país com um grande potencial energético. Somos ricos em recursos naturais e eles devem ser aproveitados para a produção de energia elétrica. Atualmente, ainda não nos beneficiamos de todas as oportunidades, mas os tempos estão mudando e as energias sustentáveis ganham cada vez mais espaço no mercado.

A incidência solar no território brasileiro, por exemplo, é uma das maiores do mundo. Dessa forma, a energia fotovoltaica pode garantir a eficiência em grandes empreendimentos. Seu processo de conversão utiliza painéis fotovoltaicos e transforma a energia solar em energia elétrica. Ao funcionar até mesmo em dias nublados, ela pode promover a eficiência energética e fazer com que você reduza as despesas financeiras do edifício.

Os telhados verdes são outro exemplo. Eles filtram o gás carbônico na cobertura do prédio e reduzem a temperatura interna dos ambientes. Assim, é possível reduzir o uso equipamentos de climatização e promover ainda mais a sustentabilidade. Além disso, as pinturas claras em fachadas não retém calor e também auxiliam na redução do consumo energético.

Como você pode perceber, a adoção de práticas ecologicamente corretas já é uma exigência do mercado. Além de prezar os recursos naturais, elas reduzem as despesas e promovem a eficiência energética em grandes empreendimentos.

As mudanças climáticas também exigem uma nova postura para melhorarmos a qualidade de vida em nossa sociedade sem que o progresso seja deixado de lado. Por isso, faça um estudo minucioso de sua obra e veja quais medidas sustentáveis podem ser adotadas ainda no seu planejamento.

E então, gostou do nosso post? Quer ficar por dentro das novidades do mercado de terceirização e suas tecnologias? Basta acompanhar as nossas redes sociais. Curta nossa página no Facebook e no Linkedin e nos acompanhe no Twitter!